quarta-feira, novembro 18, 2015

A partida

Quando os peguei
no berço dos braços
entendi
que cada amor
é amor.

De tão juntos,
nem antevi
partidas...

Em nós
modelou-se um lar
difícil
(como todos)
possível
(como poucos).

Agora
outras casas
são governadas
pelo estoque
já cumprido
de esforço.

Nossa ambígua
intimidade
ainda se revela
de repente
no curso inesgotável
da lembrança e
do sangue...
E se apura
com a regalia
das chegadas
inerentes!

Para meus filhos e minhas noras

58 Comments:

At 5:21 PM, Anonymous Anônimo said...

Enviei esse poema pelo celular como uma mensagem de natal. Abaixo registrarei os comentários que recebi de volta.Flávia Suassuna

 
At 5:22 PM, Anonymous Anônimo said...

Escrito por uma linda dama das letras. Você é uma pessoa linda, Flávia. Vicente (de História)

 
At 5:23 PM, Anonymous Anônimo said...

Pimpa, li agora seu lindo poema. E que venham as chegadas inerentes. Carmem Medeiros

 
At 5:24 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo poema, Pimpa, como sempre!! Cristina Romeiro

 
At 5:25 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo, Flavinha.Janaína.

 
At 5:26 PM, Anonymous Anônimo said...

Meu Deus, a palavra existe. André Resende

 
At 5:27 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo!!! Ediane

 
At 5:28 PM, Anonymous Anônimo said...

Que lindo!!! Você sempre com essas palavras inefáveis. Alan.

 
At 5:29 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo, minha sogra. Anandha.

 
At 5:29 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo. Bjs. Fita

 
At 5:30 PM, Anonymous Anônimo said...

Li. Gostei muito. Luis Manoel.

 
At 5:32 PM, Anonymous Anônimo said...

Transcende minha capacidade descritiva, "no berço dos braços" foi o que eu mais gostei... Belíssimo. Ítalo Almeida.

 
At 5:33 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas. Rogério Porto

 
At 5:33 PM, Anonymous Anônimo said...

Que lindo... Manoel Affonso

 
At 5:34 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo, Flávia. Sônia Azoubel

 
At 5:35 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas e beijos. Ana Angélica (do México)

 
At 5:36 PM, Anonymous Anônimo said...

Bonito! Parabéns. Elny.

 
At 5:36 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas. Dode.

 
At 5:37 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo. Pedro Gabriel

 
At 5:38 PM, Anonymous Anônimo said...

Pra variar, fantástico! Rosário

 
At 5:38 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas! Marcílio (de Biologia)

 
At 5:39 PM, Anonymous Anônimo said...

Sempre única. Bea.

 
At 5:40 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas e corações. Sílvia Suassuna.

 
At 5:41 PM, Anonymous Anônimo said...

Bonito. É exatamente isso. Antônio (de Lívia)

 
At 5:42 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo poema. E se apura com a regalia das chegadas inerentes. Abraço, amiga. Carlos Santos.

 
At 5:43 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo. Parabéns. Lula Couto.

 
At 4:48 PM, Anonymous Anônimo said...

Belíssimo.À altura da autora. Alexandre Santos.

 
At 11:21 AM, Anonymous Anônimo said...

Muito bonito texto, bem construído. Gostei muito,muito mesmo. Miriam Carrilho.

 
At 2:22 PM, Anonymous Anônimo said...

No Facebook, esse poema teve 6 compartilhamentos. Abaixo, vou reproduzir os comentários ao poema também no Facebook. Flávia Suassuna.

 
At 2:24 PM, Anonymous Anônimo said...

Que belo poema! Amei. Lígia Beltrão.

 
At 2:26 PM, Anonymous Anônimo said...

Que lindo, Flávia Suassuna. Shirllane Rodrigues de Barros.

 
At 2:27 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo e emocionante. Silvinha Donato

 
At 2:28 PM, Anonymous Anônimo said...


Tudo que você escreve me encanta. Sua alma, seu coração, só têm coisas bonitas para dizer em prosa e verso. Amo essa menina que vi nascer. Ana Rita Dantas Suassuna.

 
At 2:29 PM, Anonymous Anônimo said...

Amei amiga!Vc brinca com as palavras de um jeito,que me toca profundamente.
Beijo querida! Cristina Romeiro.

 
At 2:31 PM, Anonymous Anônimo said...


Eu Amei e muito esse verso que vc minha sogra fez pra nos 3 as suas noras e pros seus 3 filhos amei e muito esse verso.Anandha Gomes Farias de Oliveira Suassuna.

 
At 2:31 PM, Anonymous Anônimo said...

Coração. Patrícia Sales Lima.

 
At 2:32 PM, Anonymous Anônimo said...

Palmas. Arthur Costa.

 
At 2:33 PM, Anonymous Anônimo said...


Poxa, você fala o que a gente sente! Muito lindo! Um feliz Natal, princesa... com muitas chegadas!Teresa Branco.

 
At 2:34 PM, Anonymous Anônimo said...

Que lindo !!! Clarissa Lima

 
At 2:35 PM, Anonymous Anônimo said...

Pois é, Flavinha... essa é a nossa realidade. Acho que a organização social dos índios os faz mais felizes pois nascem, crescem, vivem e morrem, todos juntinhos, na mesma aldeia. Quero meus passarinhos de volta ao meu ninho. Sinto tanta falta deles!Etiene Donato.

 
At 2:36 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo!!! Andrea Nobre

 
At 2:36 PM, Anonymous Anônimo said...

Coração!! Débora Santos Lapenda

 
At 2:37 PM, Anonymous Anônimo said...


Que lindeza de poema, Flávia Suassuna! Normanda Beserra

 
At 2:39 PM, Anonymous Anônimo said...


PS: Aliás, esse poema é daqueles que dispensam 'entendidos', preferem chegar lá no coração do leitor/ouvinte, onde se deixam ficar, 'causando' (assim, intransitivo mesmo). Feliz Natal, beijos, muitos.Normanda Beserra.

 
At 2:42 PM, Anonymous Anônimo said...

E assim seguimos a nossa vida. BELAS PALAVRAS!Cristiano Torres

 
At 2:43 PM, Anonymous Anônimo said...

Feliz Natal!!! Tereza Cristina Dantas

 
At 2:43 PM, Anonymous Anônimo said...

Corações e lágrimas. Fátima Amaral.

 
At 2:45 PM, Anonymous Anônimo said...

Uma poema que vai na alma.Palmas. Um Natal de paz para você Flávia.🌠Marília Lucena

 
At 2:46 PM, Anonymous Anônimo said...


Lindo! Achei arretado! Mas Quem governa é Rennata Valença. Eu só posso dar pitaco!Daniel Suassuna.

 
At 2:47 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo poema Pimpa, saiu de dentro do coração!!Amei. Beijos e um Feliz Natal para toda a família!!Rejane Coelho.

 
At 2:48 PM, Anonymous Anônimo said...

Fiquei emocionada!!! Feliz Natal, querida.Fernanda Bérgamo

 
At 2:48 PM, Anonymous Anônimo said...

Que lindo! Gizele Nascimento

 
At 2:49 PM, Anonymous Anônimo said...

Bravo! Carmita Lira.

 
At 2:51 PM, Anonymous Anônimo said...


Vc pôde escrever o que sinto. Que o amor traga tempo de paz e harmonia para nós. Bjs. Bartira Ferraz Barbosa.

 
At 2:51 PM, Anonymous Anônimo said...

LINDO, BRAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO. Luiza Caraciolo

 
At 2:52 PM, Anonymous Anônimo said...

Lindo poema, Flávia. Neide Cirne

 
At 2:53 PM, Anonymous Anônimo said...

Me deixa sem ar. Eliane Galdino.

 
At 2:55 PM, Anonymous Anônimo said...

230 pessoas "curtiram" esse texto no Facebook. Beijos para todas.

 

Postar um comentário

<< Home