sexta-feira, janeiro 01, 2021

PRECE

O mundo

é uma obra

mal cumprida:

as emboscadas

são o pão

de cada dia.

 

Mas tamanho desejo

é o corpo sobrevivo,

que esta prece

confia

e imagina.

quarta-feira, dezembro 30, 2020

A PALAVRA AMOR (para Lula Arraes)

O tempo da morte

é sempre:

o mundo foi desenhado

com homens e bestas;

portanto, com traços

de guerras e pestes.

 

Escrita na areia,

a palavra Amor

todo dia

é apagada

pelo ódio

e suas teias

de barulho

e de perigo.

 

Escondida,

uma frágil mão

a redesenha

no escuro...

 

Ainda não foi vista

como forma,

mas é no terror

que mais esmaga

que o poder

do seu sussurro

pinga a sua gota

indestrutível.

sexta-feira, novembro 20, 2020

SEGUNDO DICIONÁRIO

Não refiro

destemidos.

 

A coragem

é de quem

sente medo.

 

E resiste.

terça-feira, outubro 20, 2020

ENFRENTAMENTO

O medo

é um preconceito

do tempo.

 

Desfazê-lo

é um imperativo

da vida.

domingo, setembro 20, 2020

MEDO

O outro lado

do medo

tem dois nomes:

covardia e coragem.

quinta-feira, agosto 20, 2020

MAIS ANONIMATO

O medo

vive cercado

de uniformes

olhos

bocas

que falam

moral

(sem ética).

 

O amor

não os teme.

Nem a esperança.

segunda-feira, julho 20, 2020

OUTRA DECLARAÇÃO

Este verso

se alimenta

de um medo

pânico

e controlado.

 

O barulho

da máquina do mundo

é insuportável.

 

Na trincheira difícil

da minha casa,

nessa espécie

de defesa

que combate,

tenho coragem

de dizer:

embora não se possa

ainda conceber,

outro mecanismo

enrosca-se devagar

nos vapores

que antevimos

restaurados!